A Tortura dos Pacientes da Metrópole Mossoró e uma Dose Letal de Incompetência

Quem vai ser o responsável moral  por tantas mortes e tanta omissão . A Secretaria de Saúde do Município de Mossoró conseguiu a sua maior proeza: induzir o coma e a morte da Saúde Publica da Metrópole Mossoró.  Um anexo do inferno retratado nas Unidades da Doença, nas UPAS ( super sucesso administrativo aplaudido em todo o planeta ) e nos frios corredores dos hospitais. Um luxo, digamos um lixo.  

A situação tornou-se insustentável, cruel, desumana e fatal. Até mesmo os   médicos estão adoecendo  e os pacientes agonizando  até a morte. A previsão de melhorias passaria por multas e prisão de todos os responsáveis pela S aúde Pública. Por que isso não acontece? Por menos do que isso a Junta Interventora Federal da C S D Rosado solicitou a prisão de todos os anestesiologistas de Mossoró. O crime ? Calote de  6 meses.

Agora até os esquizofrênicos vão as ruas ou morrem  de inanição ( Fome e loucura é uma mistura explosiva estilo S M S ).  Qual o verdadeiro propósito destes maldosos dublês  de Gestores da Saúde? Ao apagar das luzes  um Teatro ridículo e cômico na S M S. No esquete atrizes toscas apenas deixaram um rastro de arrogância e incompetência inconteste. Tudo decadente e deprimente até o ocaso. Penúria moral !

Leia mais:A Tortura dos Pacientes da Metrópole Mossoró e uma Dose Letal de Incompetência

16 de Outubro - Dia Mundial do Anestesiologista

Em 16 de outubro de 1.846, as 10h00, no Anfiteatro cirúrgico do Massachusetts General Hospital, em Boston, Thomas Morton, utilizando um inalador que ele mesmo desenvolveu,  fez uma demonstração de uma anestesia geral. A cirurgia foi a ressecção de um tumor de mandíbula de um jovem de 17 anos chamado Gilbert Abbot.

Depois do sucesso desta anestesia, Morton virou-se para a platéia e exclamou: uma célebre frase: “  Senhores isto não é uma fraude ”.  A partir desta data a Anestesia revolucionou  O MUNDO E A CIRURGIA.

A Anestesia, a mais divina das especialidades, dominou a dor. A “ anestesia transformou os salões de cirurgias, outrora verdadeiras salas de tortura em salas de cirurgias onde reinam a inconsciência, a ausência de dor física, a tranquilidade e extrema segurança.

Leia mais:16 de Outubro - Dia Mundial do Anestesiologista

A História da Anestesia em Mossoró

MEMÓRIAS QUE O TEMPO NÃO APAGA JAMAIS

A Anestesiologia,  é a mais divina dentre as especialidades médicas e, tem características bem diferentes de todas as outras.  Um  fato  marcante deve-se a não necessidade de manter relacionamento  prolongado com os pacientes. O Imediatismo também faz parte do perfil desta especialidade tão  anônima e   tão vital.

Vamos apenas tentar descrever pequenos trechos do passado da Anestesiologia da progressiva Mossoró, necessitada de incentivos e desenvolvimento nesta especialidade, porque a cidade florecia. Nesta  época os hospitais existentes em Mossoró   não estavam  sucatea dos, a exemplo de hoje, e sim em visível evolução.

Mossoró sempre foi destaque pela pujança de seu comércio e riquezas naturais como petróleo, sal, agricultura e cultural.

Leia mais:A História da Anestesia em Mossoró

A História da Anestesia em Mossoró - Parte II

DR RONALDO FIXINA BARRETO

Data de Nascimento: 23 de setembro de 1957, em Catolé do Rocha - PB

Formação Médica: Universidade Federal  da Paraíba – UFPB  - Conclusão do curso em 21 de julho de 1987 

Especialização :  Centro de Ensino e  Treinamento da Santa casa de Misericórdia de Santos - SP

Aqui  uma miscelânia de causos e fatos verdadeiros,   episódios da vida de alguns anestesiologistas.

Já era o ano de 1 992 quando tive contato com o RN como anestesiologista.  Após a conclusão de minha especialidade  permaneci  ainda fazendo alguns plantões na Baixada Santista,   e num períod o de férias em Catolé do Rocha,   fui convidado para fazer alguns plantões   no Hospital  Cleodon Carlos,  em Pau dos Ferros,  em virtude de alguns vínculos familiares.

Nesta época os plantões eram remunerados  pela  então Fundação Walfredo Gurgel. Somente obrigações e deveres .  Nenhum  direito , fato que  me motivou a mover uma ação trabalistica contra a referida fundaçã o.  Na época esta conduta foi considerada uma rebeldia.

Leia mais:A História da Anestesia em Mossoró - Parte II

O PROCESSO DE ENFERMAGEM COMO FERRAMENTA NA REABILITAÇÃO E PREVENÇÃO DE AGRAVOS AOS SUJEITOS SEQUELADOS DE AVE: REVISÃO INTEGRATIVA

Trabalho de Conclusão de Curso apresentado como requisito para a obtenção da nota e Título de Bacharelas em Enfermagem da disciplina Trabalho de Conclusão de Curso II, ministrada pelo Prof.º Ms. Rodrigo Jácob Moreira de Freitas, da 10º Série da U2.

 

LILIANNE PESSOA DE MORAIS1
VANDE - CLEUMA BATISTA¹
RODRIGO JÁCOB MOREIRA DE FREITAS²

RESUMO: Objetivo: O presente estudo tem como objetivo discutir sobre o Processo de Enfermagem no cuidado a sujeitos com sequelas de AVE. Metodologia: Trata-se de uma revisão integrativa, elaborada mediante pesquisas nos bancos de dados da Biblioteca Virtual em Saúde (BVS), utilizando dos descritores Processos de Enfermagem, Acidente Vascular Encefálico e Autocuidado e como critério de inclusão artigos com delimitação temporal de 2010 a 2015, completos e no idioma português, assim como aqueles que dispusessem do assunto conforme os descritores citados. Foram encontrados 1.006 artigos publicados de 2010 a 2015, sendo 55 escritos em língua portuguesa, e utilizados 9 (nove) artigos, os quais atenderam aos questionamentos e ao objetivo desta pesquisa. A análise dessas produções foi baseada na exploração de conteúdo, aplicando-se a regra de pertinência, ou seja, adequação do material e sua correspondência com o objetivo que suscita sua análise, fundamentado no recorte de temas definidos a priori. Resultados: O estudo possibilitou discutir sobre o Processo de Enfermagem e a identificação de problemas e necessidades dos sequelados por AVE, enfocando as repercussões crônicas em suas funções corporais, descrevendo as necessidades de inserção destes de forma contínua através da reabilitação e elevando ao máximo a funcionalidade na realização das atividades, bem como na prevenção de agravos. Conclusão: A reabilitação precoce é uma das principais funções da enfermagem que busca no indivíduo sequelado de AVE a independência para a realização do autocuidado.

Palavras-Chave: Processos de Enfermagem. Acidente Vascular Encefálico e Autocuidado.

Leia mais:O PROCESSO DE ENFERMAGEM COMO FERRAMENTA NA REABILITAÇÃO E PREVENÇÃO DE AGRAVOS AOS SUJEITOS...